Press "Enter" to skip to content

Ivan Coluchi Posts

“Sem título”

Retira de mim.
É algo morto, cocho, algo torto.
Um demônio que Nietzsche goza.
Retira de mim,
Mas não o afaste.
Traga-o diante de meus olhos.

E agora?

Não sei…
… a solução se faz etérea.
E esse aborto já crescido e pulsante,
Tem um cordão de aço
Que minhas ilusões e desejos remendam.
Põe de volta.
Hei de resolvê-lo um dia.
Não hoje.

 


Esse texto faz parte de coletânea “Pangea e outros escritos”, que pode ser baixada gratuitamente neste link: http://pagsocial.com/OTA/ebook-pangea-e-outros-escritos