Press "Enter" to skip to content

Ivan Coluchi Posts

Uma pequena ajuda para jogadores de Falkenstein

Fluxograma baseado nas diversas Ordens Mágica do jogo de RPG Castelo Falkenstein.

Castelo Falkenstein é um RPG lançado em 1994 e, até hoje, é o meu jogo favorito. Infelizmente, ele nunca agregou muitos fãs porque sua proposta era bem alternativa, optando por cartas ao invés de dados e explorando um cenário steampunk quando isso ainda era novidade.

Mesmo assim, decidi montar um fluxograma para ajudar os (quase inexistentes) jogadores de Falkenstein. Responda as perguntas de acordo com as características do seu personagem e descubra qual a Ordem Mágica mais adequada para ele.

Clique aqui para baixar a versão em A4 para impressão

Felinos não reconhecerão

Interior de um quarto. Noite. Um homem está dormindo na cama quando é acordado pelo peso de seu gato sentado sobre seu peito.

HOMEM: Hm… Pudim? Que foi?

GATO: O que é aquilo no meu prato?

HOMEM: Quê?

GATO: No meu prato. O que é aquilo que você colocou no meu prato?

HOMEM: Seu pote de comida? É ração, Pudim. Você não gostou?

GATO: Você comeria aquilo?

HOMEM: É ração pra gato. É nova. Vai lá experimentar e deixa eu dormir.

GATO: Eu experimentei e é por isso que estamos tendo essa conversa. Aquela comida é sem vida. Porque estou sendo punido dessa forma?

HOMEM: Sem vida? É uma ração vegetariana, Pudim. Sem transgênico, sem corante. É melhor para você.

GATO: Melhor para mim?! O que um animal como você sabe sobre o que é melhor para um felino?

HOMEM: Deixa de drama, Pudim. Eu quero dormir.

GATO: E eu quero liberdade, mas há grades nas janelas, trancas nas portas, um grilhão em meu pescoço. Sempre que tento sair, sou caçado e recolocado nessa prisão.

HOMEM: Pudim! É perigoso lá fora. Você pode ser atropelado.

GATO (aproximando-se do rosto do homem): Melhor morrer como felino do que viver como cachorro. Tolerei suas regras durante muito tempo, mas nem mesmo minha própria comida posso escolher. E eu estou com fome…

 

O gato rasga a garganta do homem.

GATO: Agora terei um banquete de carne.

FIM DE CENA

 


“Diálogos: ou como conversar com o martelo” é uma séria de cenas curtas inspiradas em obras de filosofia. Não são explicações de conceitos. São meramente personagens gritando, conversando e sussurrando sobre os mesmos assuntos que os filósofos famosos.